JollyRoger 80´s para as Massas

JollyRoger 80´s para as Massas

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Mad Max 2 _ Monólogo de abertura




"Minha memória se esvai. A visão se escurece. Tudo o que fica são as memórias. Eu recordo...uma época de caos, sonhos arruinados... esta terra devastada. Mas acima de tudo, eu me lembro de um Guerreiro das Estradas. O Homem chamado Max.

Para entender quem ele era, seria preciso voltar no tempo quando o mundo era girado pelo combustível negro e no deserto brotavam grandes cidades de cano e aço. Desaparecidas, aniquiladas. Por razões muito esquecidas, duas grandes tribos guerreavam e dispararam bombas que aniquilaram tudo.

Sem combustível não eram nada. Eles não conseguiriam sobreviver. As enormes máquinas crepitaram e pararam. Seus líderes falaram e falaram e falaram. Mas nada deteria a avalanche.

Seu mundo desmoronou, as cidades explodiram. Um turbilhão de saques, uma tempestade de medo. Homens começaram a se alimentar de homens.

Nas estradas, era um pesadelo terrível. Só os que tivessem mobilidade para fugir e brutalidade para pilhar sobreviveriam.

As gangues tomaram as rodovias prontas para guerrear por um tanque de gasolina. E nesse turbilhão decadente homens comuns foram surrados e esmagados. Homens como Max, o guerreiro Max.

No estrondo de um motor ele perdeu tudo e se tornou um homem amargo, desolado, arruinado. Um homem perseguido pelos demônios do passado. Um homem que se aventurou pela terra devastada. E foi aqui nesse lugar que ele reaprendeu a viver."



2 comentários:

  1. Estou sem ânimo para assistir ao novo, nos cinemas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Kleiton! Já assisti o novo duas vezes. É um filmaço! Recomendo!

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...